Periodicidade de publicação de poemas

Caros leitores:
Espero que desfrutem na visita a este espaço literário. Este sítio virtual chama-se “Maria Mãe” e tem como página principal os poemas de Maria Helena Amaro.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Memória - 1957 - 1961


(Ilustração de Maria Helena Amaro)

Vinham as tuas cartas... Eu sorria,
mas tinha medo do «sim» ao responder...
E perguntava a Deus: «Que hei de fazer?»
Mas Deus, enfim, não respondia.

Então ficava de olhos alongados,
a descobrir-te além do oceano...
Cada dia, cada mês e cada ano,
em viagens com fins ignorados.

O teu regresso era quase incerteza,
o teu amor era apenas miragem,
a tua ausência verdade anunciada...
«Amar ou não amar», subtileza
Esperar... Não esperar... ? Mera chantagem...
Quando voltaste tudo foi alvorada!

Maria Helena Amaro
12/08/2010

Sem comentários:

Publicar um comentário