Periodicidade de publicação de poemas

Caros leitores:
Espero que desfrutem na visita a este espaço literário. Este sítio virtual chama-se “Maria Mãe” e tem como página principal os poemas de Maria Helena Amaro.

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Romance (1961 - Junho)


(Ilustração de Maria Helena Amaro)

Tão belo com  Deus - pensava eu
ao descobrir o teu rosto moreno,
o teu olhar tão terno e tão sereno,
com insistência, à procura do meu.

Atordoada, nesse doce momento
retribuía a medo o teu sorriso...
Gritava a alma: "Menina, tem juízo!"
Gritava o corpo: "Meu Deus que encantamento!"

Amar ou não amar - era a questão.
Dizer ou não dizer - era o pensar
Ceder ou não ceder - era a razão.

Mas um dia não soube dizer não.
Deixei-me perder no teu olhar
e perdi para sempre o coração.

Maria Helena Amaro
Esposende, Suave-Mar, Agosto 2010. 

Sem comentários:

Publicar um comentário