Periodicidade de publicação de poemas

Caros leitores:
Espero que desfrutem na visita a este espaço literário. Este sítio virtual chama-se “Maria Mãe” e tem como página principal os poemas de Maria Helena Amaro.

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Dor


(Ilustração de Maria Helena Amaro)

Alguém quis destruir o nosso Amor...
Abandono? Traição ou adultério?
Na nossa vida foi caso muito sério:
hipocrisia, desaire ou despudor?...

A promessa da vida foi valor
da harmonia; a paz foi refrigério;
a sensação de infâmia, vitupério
tornou-se numa chaga, espanto e dor.

Desvairo, desilusão, tortura,
um pedaço de negra desventura,
no caminho da vida sem escolhos...

Mandou Deus para nós essa amargura
foi sol de muita força, pouca dura
porque nunca toldou os nossos olhos.

Maria Helena Amaro
Agosto, 2010



Sem comentários:

Publicar um comentário