Periodicidade de publicação de poemas

Caros leitores:
Espero que desfrutem na visita a este espaço literário. Este sítio virtual chama-se “Maria Mãe” e tem como página principal os poemas de Maria Helena Amaro.

sábado, 28 de dezembro de 2013

Boda


(Ilustração de Maria Helena Amaro)

Também eu casei num sábado de calor
Também eu fui de branco imaculado.
Vestida de princesa rendilhado
entre risos e falas de louvor...

Também eu recebi as promessas de Amor
junto ao altar e rosas enfeitado
grinalda de rendas, rosto emoldurado
e prometi ser fiel de ventura e de frescor...

Também eu recebi com Fé e em fervor
as graças concedidas a esse novo estado
e prometi ser fiel ao homem meu Senhor...

Também eu recebi num abraço apertado
O corpo de outro corpo misto de gozo e dor
Também eu fui a noiva dum noivo muito amado...

Maria Helena Amaro
julho, 1991

2 comentários:

  1. Soneto bem estruturado,boa métrica e rima.

    Belo lirismo <3

    ResponderEliminar
  2. Agradeço a crítica positiva. Boas leituras. Um abraço.

    ResponderEliminar