Periodicidade de publicação de poemas

Caros leitores:
Espero que desfrutem na visita a este espaço literário. Este sítio virtual chama-se “Maria Mãe” e tem como página principal os poemas de Maria Helena Amaro.

sábado, 31 de maio de 2014

Pôr do Sol


(Ilustração de Maria Helena Amaro)

É tarde. O sol vai-se com o dia
a lua é mão de oiro, toda a rir...
Na minha alma morreu toda a alegria...
Quem iluminará o meu porvir?

Quantas vezes à hora do sol-pôr
sentada no teu seio, ó avozinha!
Mãos erguidas rezava com fervor
aquela linda e humilde, prece minha! ...

Era pobre mas tinha a suavidade
dum anjo branco a voar aos céus
e minha alma sedenta de bondade
ia com ela até ao doce Deus...

E Jesus amigo das crianças
abençoava a reza de humildade
as horas e as eternas esperanças
vividas na triste humanidade...

Maria Helena Amaro
Esposende, 15/03/1950
(Dedicado à Avó)  

Sem comentários:

Publicar um comentário