Periodicidade de publicação de poemas

Caros leitores:
Espero que desfrutem na visita a este espaço literário. Este sítio virtual chama-se “Maria Mãe” e tem como página principal os poemas de Maria Helena Amaro.

domingo, 11 de maio de 2014

Dedicatória



(Ilustração de Maria Helena Amaro)

Porque me vindes falar de sonhos mortos
caídos na estrada
sonhos lindos tornados já fantasmas
duns outros sonhos que nunca serão meus?


Perdi a fé na vida,
já não quero sonhar...
Por mais que faça destes destroços asas
nunca chego a voar...
E a minha alma
velhinha de sofrer
vai mundo fora faminta dum olhar
que faça lembrar Deus!


Maria Helena Amaro
8 de agosto de 1966  





Sem comentários:

Publicar um comentário