Periodicidade de publicação de poemas

Caros leitores:
Espero que desfrutem na visita a este espaço literário. Este sítio virtual chama-se “Maria Mãe” e tem como página principal os poemas de Maria Helena Amaro.

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Livro aberto


(Ilustração de Maria Helena Amaro)

A minha vida é um livro aberto:
anotações, imagens e poemas,
mensagens breves de longe ou muito perto,
recordações, avisos e dilemas.

Vizinha certa é a minha caneta
Tudo me dá e eu tudo lhe dito
Escreve lenta, sempre em linha reta
Se acaso se engana... dou-lhe um grito.

Vivemos assim numa permuta
Vem o papel assistir à luta
que se trava entre a mão e o pensamento...

Deste poetar já ninguém desiste
Sem esta luta eu viveria triste...
P´ra mim a vida não pode ser lamento.

Maria Helena Amaro
2014

Sem comentários:

Publicar um comentário