Periodicidade de publicação de poemas

Caros leitores:
Espero que desfrutem na visita a este espaço literário. Este sítio virtual chama-se “Maria Mãe” e tem como página principal os poemas de Maria Helena Amaro.

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Árvore de Natal


(Ilustração de Maria Helena Amaro)

Neste Natal vou à tua procura
nas ruas do sonho, ao teu encontro...
O sonho vai-se... e há só desencontro...
Torna-se o dia, na noite mais escura.

Neste Natal queria a tua ternura,
o teu abraço sereno sempre pronto,
o teu dizer em paz e sem confronto,
para sentir-me feliz, leve, segura.

Sou uma árvore de Natal sem frescura;
sem luzes, sem velinhas, sem alvura,
neste mundo carcomido e bronco.

Sou uma árvore de Natal feita secura,
morro de pé a suspirar altura...
Tu eras a raiz; eras meu tronco.

Maria Helena Amaro
14 de dezembro de 2014.


Sem comentários:

Publicar um comentário