Periodicidade de publicação de poemas

Caros leitores:
Espero que desfrutem na visita a este espaço literário. Este sítio virtual chama-se “Maria Mãe” e tem como página principal os poemas de Maria Helena Amaro.

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Ofertório


(Ilustração de Maria Helena Amaro)

Onde vou eu de alma estagnada?
Onde vou sem rota nem destino?
Morreu o meu amor, morreram os amigos,
morreram as esperanças
as canções
as quimeras..
Onde vou eu atulhada de sonhos
reportada em torpor
a outras primaveras...
Morreu o meu amor
Enchi-me de penas...
Ficaram comigo
os rostos das amigas
as preces as cantigas
retratos e poemas.

Maria Helena Amaro
26/10/2014

Sem comentários:

Publicar um comentário