Periodicidade de publicação de poemas

Caros leitores:
Espero que desfrutem na visita a este espaço literário. Este sítio virtual chama-se “Maria Mãe” e tem como página principal os poemas de Maria Helena Amaro.

sábado, 11 de fevereiro de 2017

Insónia


(Ilustração de Maria Helena Amaro)

Na noite deserta
a porta fechada
a alma desperta
o corpo é balada

O corpo é balada
de sons indistintos
em crua alvorada
desperta os instintos

Insónias são sonhos
na palma da mão
São dias risonhos
que não voltarão

No baile noturno
que sono não tem
Se durmo... não durmo...
E o sono não vem...

Maria Helena Amaro
Maio, 2014 

Sem comentários:

Enviar um comentário