Periodicidade de publicação de poemas

Caros leitores:
Espero que desfrutem na visita a este espaço literário. Este sítio virtual chama-se “Maria Mãe” e tem como página principal os poemas de Maria Helena Amaro.

domingo, 18 de dezembro de 2011

Mãe



Quando chorava
tinha pérolas caídas
no rosto...
Quando sorria
eram nuvens
que o sol rompia...
Quando cantava
eram águas
que corriam chorando...
Quando bailava
eram as folhas das árvores
caindo...
Quando falava
eram os sinos
que diziam matinas...
Quando me lembro dela
agora que partiu
vejo apenas uma sombra que foi
e não vai regressar...

Maria Helena Amaro
Inédito, maio, 1990

Sem comentários:

Publicar um comentário